You are currently viewing Navio da Marinha chega ao Pantanal para atender ribeirinhos
Navio de Assistência Hospitalar (NAsH) da Marinha fará diversos atendimentos médicos e odontológicos às comunidades do Pantanal, especialmente em Porto Morrinho, Porto da Manga, Porto Esperança, em Corumbá e Porto Murtinho.

Navio da Marinha chega ao Pantanal para atender ribeirinhos

Até o dia 3 de julho eles terão atendimento médico e odontológico

Até o dia 3 de julho, o Navio de Assistência Hospitalar da Marinha (NAsH) Tenente Maximiano fará atendimentos médicos e odontológicos às comunidades ribeirinhas do Pantanal sul-mato-grossense. Desse modo, ele atenderá crianças e adultos em Porto Morrinho, Porto da Manga, Porto Esperança, em Corumbá e Porto Murtinho.

Com capacidade para realizar exames de raio-X e equipado com um pequeno centro cirúrgico, enfermaria, sala de esterilização, sala de expurgo. Também dispõe de farmácia, laboratório, um consultório médico e dois consultórios odontológicos. Nesse sentido, o Navio Tenente Maximiano também faz campanhas de medicina preventiva, coleta de material para pesquisas de doenças tropicais e infecto-contagiosas.

Navio da Marinha no Pantanal –  Doações

Assim, como parte dos eventos comemorativos aos 200 anos da Independência do Brasil, além da assistência médico-hospitalar, segundo o comandante do navio, capitão-tenente Vinicius Rodrigues Travassos Alves, haverá doação de itens de higiene, roupas e brinquedo.

“As ações de atendimento cívico-social e hospitalar à população mais carente de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul fazem parte da missão da Marinha do Brasil na região, onde o Comando do 6º Distrito Naval tem o propósito de contribuir para o cumprimento das tarefas de responsabilidade da Marinha”, destacou o comandante do 6º Distrito Naval, vice-almirante Paulo César Bittencourt Ferreira.

O Navio da Marinha atenderá, dessa forma, diversas demandas do Pantanal na área de saúde. A embarcação é sempre muito procurada pela população quando chega aos locais.

Histórico

Em fevereiro, a equipe do navio atendeu, desse modo, comunidades ribeirinhas do Tramo Norte do Rio Paraguai (Jatobazinho, Paraguai Mirim, Barra de São Lourenço, Porto São Domingos e Porto Carne Seca) e na cidade de Cáceres (MT).

Segundo a Marinha, durante o trabalho de 20 dias,  atenderam cerca de 350 pessoas, entre crianças e adultos e realizaram 470 procedimentos médico. Do mesmo modo, foram feitos 1.161 procedimentos odontológicos e distribuídos 77 kits odontológicos.

Sobre o Navio

O Navio de Assistência Hospitalar Tenente Maximiano – U 28, ex-Scorpion, é o primeiro navio a ostentar esse nome na Marinha do Brasil em homengem ao 1º Tenente Maximiano José dos Santos. Desse modo, foi construído pelo estaleiro Decenzo e Hipólito em Ladário. Assim, antes de ser adquirido pela Marinha do Brasil em parceria com o Ministério da Saúde por R$ 1.1 milhões, em 31 de janeiro de 2008, a embarcação desempenhava atividades de turismo e de pesca amadora.

O NAsH poderá, também, atender às necessidades de apoio logístico durante os deslocamentos das tropas e dos navios que realizam operações na faixa de fronteira; contribuir com a patrulha naval; realizar operações de socorro e atividades de defesa civil. O Navio também auxilia na implementação e fiscalização do cumprimento de leis e regulamentos em coordenação com outros órgãos do Poder Executivo Federal e Estadual. Além disso, busca fazer o recebimento e tratamento de baixas em operações ribeirinhas.

Fonte: Agenciabrasil