You are currently viewing Ter cachorro traz benefício para saúde, mostram estudos
Ter cachorro tem suas responsabilidades, porém muitos consideram inúmeros benefícios para a saúde mental

Ter cachorro traz benefício para saúde, mostram estudos

Não é estranho que os cães sejam chamados de “o melhor amigo do homem”

Ter cachorro tem muitas vantagens e alegrias. Não há nada melhor do que uma longa caminhada com seu amigo de quatro patas em uma manhã fria de primavera. Ou ver a alegria no seu rosto quando você pega uma bola e ele percebe que é hora de ir ao parque brincar! Até mesmo estando em casa é mais relaxante com sua presença.

Dizem, e é totalmente verdade, que os animais de estimação e os cães devolvem o amor que lhes é dado multiplicado por dez.

Antes de sair correndo para procurar um cachorro, é importante que você pense bem. Pode ser um trabalho árduo e é um compromisso para a vida, já que seu cão dependerá de você por muitos anos.

Quando tiver a certeza de ter o tempo e tipo de vida que lhe permite ter um cão, e depois de ter se informado sobre as diferentes raças e personalidades para saber quais os cães são os melhores animais de estimação, será a hora de conhecer todos os benefícios de ter um cachorro.

Você sabia que…?

Estudos mostram que donos de cachorros têm menor pressão arterial e colesterol do que pessoas que não vivem com um; além disso, eles são menos propensos a sofrer de problemas de saúde leves ou graves.

Os donos de cães têm um sistema imunológico mais forte, o que os ajuda a ficar bem e a gastar menos tempo para superar doenças e infecções. Na verdade, aqueles que têm um cão geralmente vão menos ao médico do que aqueles que não têm, e também são menos propensos a precisar de medicação.

As pessoas se recuperam mais rapidamente de doenças e até mostram maior taxa de sobrevivência após um ataque cardíaco, se tiverem um cão.

As crianças que têm um amigo peludo faltam menos à escola por causa de doença.

Crianças com doenças crônicas frequentemente enfrentam melhor o tratamento se tiver um companheiro canino.

Os cães proporcionam uma sensação de bem-estar emocional através do amor incondicional que nos dão; É por isso que eles são uma ótima companhia e consolo para as pessoas que moram sozinhas.

7 razões pelas quais seu cachorrinho TEM que dormir com você! | Alimento Premium Especial

Ter um cão pode ajudar as pessoas a se recuperarem de traumas pessoais, como a perda de um ente querido.

Viver com um cão pode ajudar os doentes mentais a se recuperarem e se sentirem melhor.

Ao levar o seu cão para passear geralmente ajuda a melhorar sua condição física e a mantê-lo saudável.

Ao levar o cachorro para passear, é comum conhecer donos de outros cães, e assim você pode fazer amigos ao mesmo tempo que seu cachorro.

As caminhadas lhe oferecerão a valiosa oportunidade de se desconectar de tudo e passar algum tempo com seu fiel amigo.

Além de todos esses benefícios “sérios”, os cães são tremendamente divertidos. Eles podem fazer você rir, eles estão aí no final de um dia difícil, e eles quase sempre estarão à mão para um abraço reconfortante quando você precisar.

Cachorros e saúde mental

Pessoas com cães tem menor pressão arterial em situações de estresse

Que o cachorro ajuda na saúde mental, isso já nos ficou claro. Entretanto, ele contribui por justamente provocar efeitos até mesmo na nossa saúde física, diante de situações de estresse, por exemplo.

Isso porque quando você está diante de uma situação estressante, o seu corpo responde com diversos sinais, como por exemplo:

  • Sensação de perda de controle;
  • Dores no estômago;
  • Pressão arterial alterada;
  • Sudorese;
  • Medo do que pode vir acontecer;
  • Raiva com relação ao que está acontecendo;
  • Dentre tantos outros sinais.

Conheça 6 Raças de cães para suporte emocional! - La Pet Shop

Cada organismo e cada pessoa se comporta de uma maneira distinta e única, com relação aos sentimentos de estresse e ansiedade. Porém, podemos observar sinais físicos em comum, como a pressão arterial que mencionamos.

Mas o que isso tem a ver com o cachorro ajudar na saúde mental? Tudo! O cachorro traz sensação de bem-estar, conforto, afeto e acolhimento. Com isso, a pessoa nutre sentimentos e sensações prazerosas, levando uma vida mais leve e descontraída. Assim, quando se depara com uma situação estressante, tende a ser mais equilibrado e menos impactado negativamente.

E este menor impacto é observado, obviamente, nas questões físicas, como a pressão arterial de fato. E isso, no médio e longo prazo, pode promover muitos benefícios para a saúde e bem-estar do indivíduo.

As chances de desenvolver depressão diminuem quando se tem cachorro em casa

Seguindo o raciocínio acima, é evidente que um cachorro ajuda na saúde mental por proporcionar tantos benefícios em nossa saúde. Com isso, lidamos melhor com as situações de estresse e ansiedade, e temos menores chances de desenvolvermos a temida depressão.

O cachorro ajuda na saúde mental

Por quê? Porque estaremos, novamente, nutrindo o nosso corpo e a nossa mente de momentos prazerosos e felizes. Estaremos investindo em brincadeiras, descontração, carinho e muito amor, dando margem para que a nossa saúde mental se mantenha mais equilibrada e em dia.

A serotonina e dopamina são estimuladas quando brincamos com os pets

Todo mundo sabe que a serotonina e a dopamina são responsáveis por gerar a sensação de prazer nas atividades cotidianas. Por isso, quanto mais elas são estimuladas, mais leves e felizes nos sentimos diante das situações.

Entretanto, o cachorro ajuda na saúde mental por justamente estimular ambas! Assim, quando acariciamos e brincamos com um pet, o nosso cérebro dispara efeitos estimulantes e prazerosos, que são capazes de deixar o nosso corpo mais forte e até mesmo a nossa imunidade melhora.

Com isso, temos o pacote completo de fortalecer a nossa saúde mental e, obviamente, impactar diretamente na saúde física. Afinal, é importante pontuar aqui que uma coisa está intimamente relacionada com a outra: O corpo reage ao mental e o mental reage ao corpo, em uma interligação constante.

O cachorro ajuda na saúde mental porque impacta na rotina do dono

O cachorro ajuda na saúde mental a partir do momento em que nos permitirmos viver com um pet de quatro patas dentro de nossas casas. São eles que tornam o dia a dia corrido mais agradável, leve e feliz. Eles trazem amor, aconchego, proteção e acolhimento.

família saudável com cachorro

Mas, além de todas estas questões que já citamos no decorrer deste artigo, existem ainda outros fatores que podem desencadear efeitos positivos em nossa saúde. São eles:

  • Cria uma rotina de exercícios

Os cães precisam se exercitar para sempre estarem saudáveis e com suas energias equilibradas. Mas como eles vão poder se exercitar? Isso mesmo: através de passeios com o seu dono.

É aqui que, inevitavelmente, criamos uma rotina saudável também para nós! Afinal, teremos que caminhar com o pet, e isso fará com que não fiquemos tão sedentários.

E sabemos que os exercícios físicos são essenciais para o mantimento da nossa saúde como um todo. Além de que fortalece o organismo, aumenta a autoestima, melhora o sono e a concentração e traz muito prazer para o dia a dia. Use este momento de distração para cuidar do corpo e da mente junto com o seu pet.

  • Há interação diária e menos isolamento

Mesmo que você mora sozinho, um cachorro é capaz de proporcionar menores momentos de solidão. Isso porque sempre haverá um pequeno pet junto com você para conversar, brincar e se divertir. Assim, a sensação de isolamento diminui expressivamente.

Além disso, ter um cachorro é ter mais amigos para conhecer! Afinal, o pet poderá se divertir com outros cães, em parques, e você poderá conhecer pessoas novas nestes ambientes. Assim, eleva o leque de pessoas que você conhece e tem uma vida social mais agradável.

Mãe e criança brincando com o cachorro

  • Distrações cotidianas com brincadeiras e diversão

Sabe aquele dia difícil de trabalho? Que parece que nada saiu do lugar? Pois é… Todo mundo passa por isso, de vez em quando. Mas existem meios de tornar estes dias mais leves e menos difíceis. Sabe como? Isso mesmo, se divertindo e se distraindo com o seu cão.

Com ele você poderá viver distrações cotidianas, com muitas brincadeiras. E aqueles problemas que parecem não sair da mente podem ser deixados de lado, pelo menos nestes momentos de descanso. Isso porque, lembre-se: pensar demais sobre o problema não irá solucioná-lo. Mas pensar corretamente e criticamente, sim. Para isso, é preciso saber o momento de analisar a situação e o momento de simplesmente espairecer.

  • O cachorro ajuda na saúde mental fornecendo conforto e diminui ansiedade

Ter um cão por perto é desenvolver uma sensação maior de conforto, aconchego e lar. E todas estas sensações são capazes de diminuir os sintomas que a ansiedade provoca. Por exemplo: Se você tem uma reunião importante, onde você apresentará um projeto, a ansiedade pode surgir de uma maneira que atrapalha a sua maneira de se preparar para o momento.

Porém, com a companhia de um cachorro você pode sentir mais conforto, e conseguirá estudar ao lado dele, sentindo aquele efeito de “lar doce lar”. Sim, parece algo bobo, mas no fundo, você sabe o quanto o seu melhor amigo é capaz de lhe acalmar, não sabe?

  • Acariciar o cão reduz o estresse

A sensação que sentimos em nosso tato, provocada pela maciez do pelo do cachorro, é capaz de reduzir o estresse expressivamente. Por isso, quando você sentir que está em um dia muito estressante, experimente sentar, respirar fundo e ficar acariciando o seu pequeno amigo. Certamente você sentirá uma sensação prazerosa que diminuirá os índices de ansiedade e estresse.

O cachorro ajuda na saúde mental das crianças? Quais os benefícios?

Já pudemos concluir que o cachorro ajuda na saúde mental de diversas maneiras e a partir de diversas vertentes. Mas, e no caso das crianças? Quais são os benefícios envolvidos com esse processo? Veja abaixo:

Familia reunida

  • O cachorro ajuda na saúde mental e desenvolve responsabilidade e empatia

Quando uma criança tem a oportunidade de conviver com um cachorro, ela passa a reconhecer o que é amar e cuidar de outro ser vivo. Com isso, desenvolve a sua responsabilidade de alimentar, proteger, banhar e aquecer o pet. Tudo isso vai internalizando dentro dela, e ela entende o quanto é importante e possui afazeres igualmente imprescindíveis.

Além disso, a preocupação em cuidar, proteger e alimentar também é capaz de desenvolver o senso de empatia. A criança saberá que o pet depende dela para se sentir bem, e ela passará a compreender a importância do seu papel diante de outros seres vivos.

Logo, passará a enxergar para além de si, diminuindo os traços narcisistas e egoístas que predominam na infância. Pouco a pouco reconhecerá o lugar de outras crianças e pessoas, e agirá de maneira mais equilibrada e empática.

Fonte: Psicologoterapia, Prefeit. de S.Paulo, PortalDog  – Fotos: Freepik